Escolha uma Página

01. A Palavra que Cai no Coração

No Evangelho segundo São João se afirmar que o Senhor Jesus não confiava nos homens Porque sabia “o que havia no homem”, conhecia o coração humano com suas emoções passageiras (Jo 2,23-25).  O assunto do coração do homem é aprofundando na parábola do semeador. 

 Vamos Ler Mt 13,1-9.18-23.

Nesta parábola, o Senhor nos mostra quatro tipos de solos (corações) que recebem a Palavra de Deus. Vamos analisar cada solo para que possamos identificá-los em nós, para podermos purificar o coração e receber a Palavra de Vida Eterna.

A beira do caminho. São aqueles que não têm tempo para reflexão e meditação, quem está sempre “à beira do caminho”, ouve a Palavra sem que nunca tenha efeito algum. Pois estão envolvidos com as feridas e dores não resolvidas.

O solo pedregoso. É o coração que reconhece a Palavra de Deus e se alegra com a sua mensagem de salvação. Porém, “não tem raiz em si mesmo”.  Porque, logo recebe a palavra com alegria e logo a abandona. É uma pessoa imediatista e inconstante.  Não têm firmeza, são de momentos.  As emoções não resolvidas como medo, ira, depressão e amargura provocaram o estado de instabilidade. Por causa das tribulações e dificuldades desistem do caminho.

O solo espinhoso. Esta pessoa é razoavelmente resolvida, saudável, curada e equilibrada.  Mas é sufocado pelas preocupações, cuidados com as riquezas.  O coração se perde procurando melhores condições econômicas, pois fazemos delas nosso tesouro, o alvo de nossos maiores empreendimentos. Não tem espaço para quase nada na vida. A Palavra de vida brota de forma saudável e morre por falta de ar, sol e água. 

O solo bom.  É como o coração da Virgem Maria que é aberto para acolher a Palavra e a compreender, produzindo frutos de vida eterna. Perseverante diante das circunstâncias adversas ou provações. Este quarto tipo de solo se destaca por ser frutífero.

Para sermos verdadeiramente um solo bom e fértil, em que a Palavra e o Espírito Santo repousem sobre nós e produzam frutos, precisamos aprender com a Mãe do Senhor, que tinha um coração inclinado para ouvir, meditar e viver os ensinamentos do Mestre.

A Palavra de Deus é criadora (Sl 32(33),6.9), ela renova o coração e a vida do homem. Essa Palavra, diz São Francisco, se fez carne no seio da Virgem Maria, para que sejamos salvos (2CF 3-4). A Palavra Viva é Cristo, o qual nos dá Espírito sem medidas, já a Bíblia é a letra que contêm essa Palavra de Vida, portanto, devemos estudar a Bíblia:

1. Para conhecermos a Cristo: Mt 22,29; 1Cor 1,23-24;

2. Para sermos iluminados e capacitados para toda boa obra: Sl 118 (119),105; 2Tm 3,16-17; Rm 15,4; Jo 6,63;

3. Para sermos purificados: Jo 15,3

4. Para nos alimentar espiritual: Mt 4,4; Jr 15,16; Rm 7,22;

5. Para dominará todas as áreas de nossa vida: Ef 6,17; Sl 1,2; Js 1,8;

6. Porque nos auxilia na oração: Jo 15,7; Rm 10,17; 1Jo 5,14;

7. Para enriquece espiritualmente a vida: Sl 118 (119),9. 50. 72.169.

Compartilhe esta postagem: