Escolha uma Página

02. O Amor de Deus por Nós

Hoje em dia, a palavra “amor” é tão mal usada, como também, mal interpretada que ficamos sem saber direito o que ela significa. A Bíblia, porém, vai nos trazer uma definição do que é o verdadeiro amor.

Em 1Cor 13,4-8 São Paulo afirma que o Amor é paciente, é bondoso, não é invejoso, não é orgulhoso, não é arrogante, nem é escandaloso, não é interesseiro, não se irrita, não é rancoroso, não é injusto. Mas se rejubila com a verdade, tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acabará, pois o amor é eterno.

E, São João Evangelista vai afirmar que esse Amor é Deus (1Jo 4,16a). “Deus é amor”. Essa frase mestra resume toda a Sagrada Escritura e é o fundamento da fé cristã.

No Antigo Testamento Deus se revelou e se deixou experimentar pelos nossos pais, Como:

Gn 17,1a: Eu Sou o Deus Todo-poderoso;

Ex 3,14:  Eu Sou Aquele que Sou;

Ex 34,6: Javé, Javé, Deus compassivo e misericordioso, lento para a cólera, rico em bondade e em fidelidade.

Esse Deus é testemunhado pelos profetas, como Aquele que nos ama com:

Amor Eterno (Jr 31,3). Não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou por primeiro (1Jo 4,10a.19b).

Amor Pessoal e Apaixonado (Is 43,1-5a).  Somos preciosos aos seus olhos, como se fôssemos únicos. No seu amor apaixonado troca reino por nós.

Amor Incondicional e Gratuito. Deus não nos ama por que somos bons ou santinhos, pois, o que fazemos ou deixamos de realizar não pode afetar e nem diminui em seu amor. O seu amor supera toda a nossa maldade (Is 54,8) e não se abala com os nossos pecados (Is 54,10).

Amor Paterno e Materno (Os 11, 1-3). No seu amor por nós, Deus nos criou para infundir em nós a sua vida divina, nos fazendo seus filhos amados (Gn 2,7) e nos colocando no estado de Aliança (Gn 2,8). E cuida de nós, nos educa e nos protege como o pai protege e educa o seu filho.

Amor Esponsal (Is 62,5; Os 2,16-18. 21-22). Em seu amor esponsal por nós, Deus nos seduz para si como o noivo seduz a noiva para falar ao coração, nos desposando na fidelidade, encontrando em nós a sua alegria.

O Amor de Deus foi revelado por meio dos profetas, contudo, a maior prova do seu amor por nós é Jesus Cristo, nele Deus nos dá a salvação (Jo 3,16; 1Jo 4,9-10). Deus enviou ao mundo o seu Filho para que por meio dele:

Vejamos e toquemos o Pai (Jo 1,17-18; 14,6-11);

Tenhamos graça sobre graça (Jo 1,16);

Sejamos iluminados (Jo 1,9);

Sejamos filhos de Deus (Jo 1,12);

O amor de Deus por nós é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo (Rm 5,5). Por meio do qual, podemos chamar Deus de Pai e participamos da herança de Divina, pois livres em Jesus Cristo da escravidão e de todo medo, recebemos o Espírito de filiação divina (Rm 8,15-17).

Compartilhe esta postagem: