Escolha uma Página

03. Pecado e Salvação

Deus é Amor. E o amor de Deus por nós é eterno, gratuito, incondicional, pessoal, inabalável, por que somos os seus filhos amados. Então, porque vivemos uma vida em desarmonia, sofrimento, caos e morte? Para podermos responder a essa pergunta, precisamos primeiro compreender quem nós somos e qual é a vontade de Deus para nós. Leia as citações bíblicas e responda: 

Gn 2,7: Você foi criado no estado de Aliança.  O homem foi criado do barro e Deus insuflou nele o seu Espírito. Por isso, o ser humano é um ser “vivente”, ou seja, portador do Espírito Santo.

Sl 8,5-7: Você foi criado em gloria, esplendor e poder. O homem foi criado à imagem e semelhança de Deus (Gn 1,27); feito para participar da imortalidade que é o próprio Deus (Sb 2,23). Nele temos a existência, o movimento e o ser (At 17,28).

Gn 2,8: O jardim plantado no Éden. Linguagem simbólica, para dizer que o coração do homem está plantado em Deus (Édem), do qual saia um rio que se divide em quatro braços (o Espírito Santo) para regar o jardim. E no centro do jardim a Arvore da Vida, o Filho de Deus, o Verbo da Vida, a Videira Verdadeira sem o qual não podemos viver (Jo 15,1-8).

Gn 2,15: Você deve cultivar o jardim e guardar a aliança. Deus deu ao homem a ordem de guarda a Aliança e cultivar o coração, que contém vários tipos de solo (Mt 13,1-23).

A Bíblia mostra que a origem do mal está em desviar o coração de Deus, não guardar a Aliança e nem cultivar a intimidade com Ele, como também, na desobediência a sua vontade. Orientando, assim, o olhar para desejos, obedecendo aos instintos demoníacos. Tendo como conseqüência o sofrimento, o caos e por ultimo a morte, “pois o salário do pecado é a morte” (Gn 2,16-17; Rm 6, 23), a vida longe de Deus. Portanto, não é o Senhor que é incapaz de salvar, mas é o nosso egoísmo, o nosso pecado que nos impede de viver a vida em Deus (Cf. Is 59,1-3; Pro 15,9; Jr 2, 13; 5,25; Pr 8, 36; Jr 7,19; 26,19).

A pesar da nossa ingratidão e infidelidade, Deus em seu amor misericordioso e salvador, nos enviou o seu Filho Único para nos libertar do pecado, ou seja, da ignorância (1Jo 3,9-10). Pois, Deus não nos destinou para a morte e sim para a salvação em Jesus Cristo (1Ts 5,9-10; Jo 3,16). Como Jesus, o Filho de Deus, nos salvou?

  • Jesus se tornou filho do homem, para que sejamos filhos de Deus (Jo 1,14.12);
  • Tornou-se pecado, para que sejamos justiça de Deus (2Cor 5,21); Tornou-se Doença, para que pelas Suas pisaduras sejamos sarados (Is 53,5; Mt 8,17);
  • Tornou-se pobre, desprovido de tudo, para que você e eu tenhamos toda a provisão (Fl 2,6-11; 4,19);
  • Tornou-se maldição, para que sejamos herdeiros de toda bênção (Gl 3,13-14);
  • Tornou-se semelhante em tudo aos homens, para que sejamos conforme a Sua imagem, que é a imagem de Deus (Rm 8,29-30).

A Cruz de Cristo é a maior manifestação do amor salvador de Deus por nós. Por meio de Cristo somos salvos, justificados e resgatados da nossa condição de escravos. Cristo nos dá o seu Espírito de Filiação Divina. Porém, para que a salvação seja realidade em nossas vidas, precisamos pela fé e pela conversão abrir o coração para receber Jesus como nosso Salvador e Senhor das nossas vidas (Jo 3,16-17; Ef  2,1-10; Jo 20,31).

Compartilhe esta postagem: